domingo, 17 de março de 2013

Seniores - Panteras vencem na negra CV Lisboa

Boavista FC 3 - 2 CV Lisboa
19-25 / 25-17 / 23-25 / 25-20 / 15-10

As nossa equipa sénior venceu esta tarde a equipa do CV Lisboa por 3-2 em jogo a contar para a sétima jornada da Série dos Primeiros do campeonato nacional da II divisão. Bom jogo de voleibol entre duas equipas que se empenharam ao máximo para dar um bom espectáculo no pavilhão Pêro Vaz de Caminha.

O técnico Paulo Pardalejo apresentou a seguinte equipa: 1- Sofia Azinheira, 2- Ana Fernandes, 4- Sofia Lima, 6- Sofia Pimentel, 8- Joana Ferraz, 10- Mariana Teixeira (Cap.), 11- Rita Losada, 12- Catarina Martins, 14- Joana Fernandes, 15- Sofia Gomes, 16- Mafalda Sousa e 18- Catarina Liz.

A equipa do CV Lisboa entrou muito bem logo no 1º set, conseguindo um rápido parcial de 0-4, que obrigou o treinador Paulo Pardalejo a pedir o primeiro tempo do encontro. As Axadrezadas melhoraram um pouco o seu jogo e iniciaram uma recuperação que as levou a distarem apenas dois pontos, 10-12, mas ficou-se mesmo por aí pois as lisboetas voltaram a ganhar uma vantagem sólida de 12-21. Tudo parecia perdido para a nossa equipa, mas sem nunca atirarem a toalha ao chão, as Panteras continuaram na luta e obtiveram um parcial de 6-2 que colocava o marcador em 18-22, mas insuficiente para travar a vitória do CV Lisboa por 19-25

As Boavisteiras sabiam da importância de empatar o jogo desde logo, e entraram fortes no 2º set conseguindo uma vantagem de 6-2 e 8-3, o que começava a dar margem de manobra à nossa equipa para enfrentar o set com alguma tranquilidade, no entanto após o 14-7 a formação de Lisboa voltou à carga mostrando que não estava adormecida e recuperou para 15-13, a apenas dois pontos de diferença da nossa equipa. Era a altura das meninas do Bessa reagirem de forma incisiva, e jogando muito bem colocaram o resultado em 20-14, pouco antes de fecharem o set por 25-17. Apesar da diferença de oito pontos entre ambas as equipas, este set teve momentos de voleibol realmente fantásticos de parte a parte, com jogadas e pontos de fazer levantar um pavilhão. Realce para a estreia absoluta em jogo de Rita Losada, atleta ainda com idade de júnior que deu muito boa conta de si em todo o jogo.

O empate estava feito e agora o objectivo era a "cambalhota" no marcador no 3º set. As equipas entraram equilibradas, mas sempre com algum ascendente para a nossa formação, situação que foi ficando mais visível com a segura vantagem 17-12, cinco pontos que foram aumentados para seis no 20-14. A vantagem era sólida num momento importante do set, mas a equipa da capital conseguiu recompor-se e foi em busca do resultado com todas as suas forças, e recuperando aos poucos da desvantagem chegaram ao 21-19, para depois empatarem a 23-23. O jogo estava ao rubro e neste momento tudo era possível, o set poderia cair para qualquer um dos lados, e foram mesmo as lisboetas a darem a estocada final com dois pontos de rajada que fecharam o set por 23-25, era a garantia de pelo menos um ponto para o CV Lisboa.

Era proibido para a nossa equipa ceder neste 4º set, o empenho teria que ser a cem por cento. E logo ao 4-4 aconteceu a primeira contrariedade para a nossa equipa, a lesão de Rita Losada num contacto com uma adversária na rede, uma estreia algo azarada para a atleta Axadrezada que saiu do campo bastante dorida. Esta situação não retirou discernimento às Boavisteiras, que continuaram na luta em campo, e após o 11-11 pegaram definitivamente no jogo. Jogando de forma bastante agressiva no ataque chegaram ao 18-12 e 20-14, eram seis pontos que seriam geridos com grande mestria pela nossa equipa, que impediu sempre qualquer tipo de reacção à equipa que segue em 3º lugar no campeonato. E foi num clima de grande alegria nas bancadas que as Axadrezadas fecharam o set por 25-20. O jogo ia à negra!

No 5º set, a negra, as equipas começaram de forma equilibrada, com empates a 2-2 e 4-4, mas as portuenses estavam completamente focadas na vitória, e um parcial de 4-0 levava ao 8-4, resultado com que se chegou à troca de campo no meio tempo técnico. A nossa equipa não se deslumbrou com a vantagem que possuía e conseguia controlar o jogo das adversárias, que ainda assim assustaram um pouco quando chegaram ao 11-9. Foi em grande festa por parte do público afecto ao Boavista que o 15º ponto acabou por chegar, fechando o set por 15-10.

Foi um excelente jogo entre duas equipas de qualidade que se preocuparam sempre em jogar voleibol de qualidade, jogaram sempre o jogo pelo jogo com respeito mutuo. As Axadrezadas, algo desfalcadas, ainda tiveram que lidar com a lesão de uma atleta a meio do encontro, contrariedades que foram superadas com muito esforço, empenho e espírito de equipa, o resultado foi uma vitória pela margem mínima, triunfo que garantiu dois pontos, o que permitiu à equipa do AVC "colar-se" ao Boavista FC no topo da classificação com 24 pontos. Quanto à equipa do CV Lisboa, mostrou que está empenhada na sua qualificação para a Fase Final, e de facto todos os ingredientes estão reunidos para que tal aconteça, o ponto conquistado no Porto pode ter vital importância nas contas finais. 

O campeonato está ao rubro e todos os jogos são difíceis, no próximo fim de semana não vai ser diferente, com a deslocação do Boavista ao recinto da AE PE Lobato, equipa que se encontra em 4º lugar e que mantém intactas as suas aspirações de marcar presença na Fase Final. Um jogo importante para ambas as formações. FORÇA PANTERAS!!

0 comentários: