quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Série dos Primeiros - Análise de equipas

No próximo Domingo inicia-se uma nova etapa no campeonato nacional da II divisão, a Série dos Primeiros. Nesta fase estarão em competição as equipas do Boavista FC, AAS Mamede, Atlético VC, Vitória SC, CV Lisboa e AE PE Lobato. Eis uma breve análise das equipas:


AAS Mamede

Depois de uma luta muito acesa com o SC Espinho, as matosinhenses conseguiram o passaporte para a Série dos Primeiros a duas jornadas do fim da primeira fase. Numa série dominada pelo Boavista FC, a equipa de São Mamede Infesta conseguiu a qualificação depois de 6 vitórias em 12 jogos, exactamente o mesmo número de vitórias das espinhenses, mas com mais três pontos. De equipa com qualificação difícil para a Série dos Primeiros, a equipa candidata a marcar presença na Fase Final foi um pequeno passo, e neste momento as academistas são uma equipa a ter muito em conta na qualificação, sobetudo se o arquipélago da Madeira não se fizer representar e o terceiro lugar der acesso à fase decisiva. A AAS. Mamede reforçou-se para a sua participação na Série dos Primeiros, e terá nos duelos frente ao Vitória os jogos chave para a sua classificação final. Uma equipa que passou de qualificado tangencial a formação com expectativas, um clube a seguir com muito interesse nesta Série dos Primeiros.


ATLÉTICO VC

A equipa do Atlético VC é um dos mais sérios candidatos à presença na Fase Final 2012/2013. Depois de na época passada terem marcado presença na fase decisiva, onde ficaram no quarto lugar, as famalicenses voltaram a apostar tudo nesta época, e os resultados falam por si só, 10 vitórias em 12 jogos, sendo que as duas derrotas, frente a Vitória e Juventude Pacense, aconteceram já quando a equipa havia conquistado há muito a qualificação e o primeiro lugar na sua série. A formação do Atlético VC continua a mostrar os predicados da época passada, uma equipa muito forte fisicamente e bem trabalhada, e que agora está mais madura e tecnicamente mais evoluida. Com toda a sua qualidade e empurrada pelo seu público entusiasta, a equipa do AVC dificilmente perderá pontos no seu recinto, sendo que apenas os mais preparados fisicamente e psicologicamente lá passarão incólumes. Se as famalicenses mantiverem o seu ritmo de jogo serão muito provavelmente um dos participantes na Fase Final desta época, mas qualquer quebra pode ser-lhes fatal. Terão com o Boavista FC, como se viu no encontro da Taça de Portugal, dois duelos onde o espetáculo está garantido, a não perder.

VITÓRIA SC

Depois de algumas épocas consecutivas na Série dos Últimos, eis que a equipa vimaranense regressa aos jogos decisivos no voleibol feminino. No entanto a qualificação para a Série dos Primeiros não foi nada fácil, numa luta ombro a ombro com a Juventude Pacense, equipa que época transacta marcou presença nessa mesma série. O início não foi nada prometedor para o Vitória, derrota nas duas primeiras jornadas com as pacenses e as famalicenses do AVC, no entanto a recuperação foi imediata e a luta pela qualificação em segundo lugar foi desde cedo determinada que seria entre as equipas de Paços de Ferreira e de Guimarães. Foram 23 pontos fruto de 8 vitórias e 4 derrotas, três delas frente ao AVC e uma contra a Juventude Pacense. A expectactivas em redor das vimaranenses estão altas, a equipa tem qualidade e a presença na Fase Final seria um grande acontecimento nas hostes vitorianas. A cidade respira desporto e os vimaranenses apoiam o clube incondicionalmente, tornando as deslocações à cidade-berço num grande teste de fogo para qualquer equipa. Vai ser um campeonato exigente, mas equipa de Guimarães vai estar sempre de olho na qualificação.
CV LISBOA
A equipa do CV Lisboa marca presença pela segunda vez consecutiva na Série dos Primeiros, mostrando que é a terceira força, a seguir a Belenenses e Lusófona, do voleibol feminino na capital. Se na época passada a sua presença entre os mais fortes foi considerada uma surpresa, nesta época essa situação já não se verifica, as lisboetas foram a segunda equipa, a seguir ao Boavista FC, que mais pontuou na 1ª Fase do campeonato, 32 pontos fruto de 11 vitórias em 12 jogos. Apenas cedeu pontos em três ocasiões, vitórias por 3-2 frente a AE PE Lobato e AD Maristas, e na derrota por 2-3 frente à AE PE Lobato na última jornada quando a qualificação já estava mais do que garantida. O CVL traz para a Série dos Primeiros um bom pecúlio e um excelente ritmo de vitórias, o que dá grande motivação à equipa. As lisboetas entram na competição sem absolutamente nada a perder, e por isso há que contar com esta equipa para as contas finais desta Série dos Primeiros, porque não será de espantar que algum candidato assumido perca pontos contra o CV Lisboa. Um clube a ter em atenção sobretudo nos jogos disputados na capital.


AE PE LOBATO

A equipa da AE PE Lobato é a grande surpresa desta Série dos Primeiros, depois de se ter sagrado Vice-Campeão da III Divisão, as lisboetas seguem directamente de um escalão inferior para a Série dos Primeiros, deixando para trás as mais experientes equipas da AD Marista e GDC Cascais. Esta qualificação foi conseguida com todo o mérito, foram 9 vitórias em 12 jogos efectuados, venceu todos os adversários directos e somente foi derrotado pelo CV Lisboa em três ocasiões. Foi, aliás, a única equipa a conseguir impor uma derrota ao líder CVL, por 3-2 na última jornada. Uma formação que se apresentou neste campeonato para conseguir a manutenção e que em Dezembro já tinha conseguido esse objectivo. As lisboetas vão jogar sem nenhuma pressão e desfrutar ao máximo da sua presença entre os mais fortes para ganharem experiência e, quem sabe, aproveitar algum deslize dos adversários para conquistarem alguns pontos, sobretudo nos seus jogos em casa.  

0 comentários: