Boavista FC - Temos Tradição no Voleibol Português.

34 Anos a formar atletas sob o lema "Aprender, Praticar e Vencer.

Boavista FC tem novos equipamentos para Época 2016-2017

Todo o voleibol axadrezado será equipado pela conceituada marca Cofides (POR).

Prof. José Machado assume novo desafio

Prestigiado técnico português é o novo coordenador técnico do voleibol axadrezado

Panteras têm novo treinador principal

Prof. Carlos Simão é o novo "timoneiro" das seniores axadrezadas

Destaque semanal

Iniciadas vencem primeiro jogo oficial da época 2016-2017

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Seniores - Antevisão à recepção à Académica São Mamede


Domingo jogamos contra a Associação Académica São Mamede, equipa que neste momento, na nossa série, está classificada em segundo lugar, vem de uma vitória convincente sobre o SC Espinho, por isso veem cheias de força e com vontade de disputar o jogo, nós estamos preparados e cientes das dificuldades que podemos vir a sentir. Contamos com com a presença dos nossos amigos PANTERAS NEGRAS e todos os simpatizantes Boavisteiros, para mais um domingo em grande. 

VAMOS NA RAÇA 
VAMOS A CONQUISTA 
SOMOS BOAVISTA

Paulo Pardalejo, treinador sénior

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Seniores - Cartaz da 7ª Jornada


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Seniores - Declarações após a vitória na cidade dos estudantes


"Domingo fomos a Coimbra defrontar a Académica, é sempre um jogo dificil, pois a equipa da AAC coloca sempre grandes dificuldades em sua casa, os dois primeiros set´s foram equilibrados, tal como demonstram os parciais, não realizamos um jogo fantástico, mas o suficiente para vencer e vencer bem. Tivemos a presença de bastante apoio boavisteiro o que é de realçar e agradecer. 

VAMOS NA RAÇA 
VAMOS A CONQUISTA 
SOMOS BOAVISTA"

 Paulo Pardalejo, treinador sénior

domingo, 25 de novembro de 2012

Seniores - Panteras vencem Briosa em Coimbra

Académica C. 0 - 3 Boavista FC
 (21-25 / 24-26 / 11-25)

As nossas Panteras deslocaram-se esta tarde à eterna cidade dos estudantes, Coimbra, para defrontar a equipa da Académica de Coimbra. O Boavista voltou a vencer por 0-3 conseguindo a sexta vitória consecutiva e o pleno no campeonato nacional da II divisão.

Num jogo onde os adeptos Axadrezados marcaram presença no pavilhão universitário, as nossas seniores voltaram a dar provas da sua grande qualidade, competitividade e capacidade de superação na forma como colmataram a ausência, por lesão, da capitã Mariana Teixeira. Depois da vitória no 1º set por 21-25, a equipa da Briosa deu bastante luta às Axadrezadas no 2º set, tendo-o levado às vantagens para se decidir o vencedor, onde as meninas do Bessa voltaram a levar a melhor por 24-26. No 3º set as Panteras foram com tudo para cima da equipa de Coimbra de forma a evitar surpresas, e com toda a força acabaram por vergar a Briosa a uma pesada derrota por 11-25.

Uma palavra de apreço aos adeptos Boavisteiros que marcaram presença em Coimbra para apoiarem esta grande equipa que veste orgulhosamente de Xadrez. Todos somos apenas um rumo a um sonho. Obrigado pelo apoio incessante.

Está cumprido exactamente metade da 1ª fase deste campeonato nacional da II divisão, e o saldo não poderia ser melhor, seis jogos e seis vitórias com apenas um set perdido. O jogo de hoje foi mais um capitulo nesta verdadeira senda de vitórias pintadas de preto e branco ao Xadrez. A vitória na casa da mítica Académica garantiu mais três pontos rumo ao objectivo para as Boavisteiras e um passo atrás para a equipa da casa rumo à qualificação.

Na próxima jornada as Boavisteiras recebem no Pêro Vaz de Caminha a equipa da Académica de São Mamede, formação que conquistou nesta jornada uma vitória que a isolou no segundo lugar da tabela classificativa a dez pontos da nossa equipa. O primeiro recebe o segundo, um jogo importante e em que o objectivo é bem claro, a sétima vitória. Vamos a ele! FORÇA PANTERAS!!

Cadetes - Boavista vence APROJ fora de portas

APROJ 0 - 3 Boavista FC
18-25 / 21-25 / 19-25

As nossas Cadetes venceram na tarde de hoje a formação da APROJ pela margem máxima de 0-3 no pavilhão municipal de Travessas em São João da Madeira.

Uma boa vitória das Panteras num jogo onde mostraram em campo toda a vontade de vencer, e conseguiram-no com todo o mérito sobretudo graças a um jogo bastante sólido que não deixou a equipa da casa responder.

A vitória nos três sets, por 18-25, 21-25 e 19-25, foram o corolário de uma exibição agradável e bastante segura. Mais três pontos para as Boavisteiras que voltaram a repetir a vitória da primeira volta no Pêro Vaz de Caminha.

Na próxima jornada as nossas Cadetes regressam a casa para defrontarem a equipa do Castêlo da Maia GC. Um jogo de dificuldade elevada mas a que as Axadrezadas irão responder da melhor maneira. FORÇA PANTERAS!!

Iniciadas - Axadrezadas perdem em casa com CNS Lourdes

Boavista FC 0 - 3 CNS Lourdes
11-25 / 14-25 / 21-25

As nossas Iniciadas perderam esta manhã no pavilhão Pêro Vaz de Caminha por 0-3 frente à equipa do CNS Lourdes.

Foi o regresso aos jogos em casa após a vitória conseguida na jornada anterior em São João da Madeira. No 1º set as Panteras não conseguiram acertar o seu jogo da melhor maneira, ficando à mercê da boa equipa do Lourdes que aproveitou para ganhar uma vantagem que seria importante no desfecho do encontro. As Axadrezadas tentavam recuperar a desvantagem, mas o fosso já era grande e tornou-se uma missão impossivel a recuperação. Venceu a equipa do Lourdes por 11-25.

A técnica Catarina Gomes aplicou neste jogo a receita vencedora do jogo da jornada anterior, e no 2º set apresentou a sua equipa menos experiente, com capitã designada para este jogo, Sara Rocha, como elemento mais experiente em campo. E foi exactamente neste set que a atitude das Boavisteiras mudou completamente, as atletas do Boavista, algumas com apenas três meses na modalidade, a darem excelente conta de si perante uma equipa que caminha a passos largos para a presença no nacional. Sempre orientadas pela treinadora e pela capitã, as jovens Axadrezadas conseguiram dar um fio de jogo bastante interessante para uma equipa inexperiente, sempre bastante seguras em todos os movimentos e sem grandes erros foram pontuando a bom ritmo, mostrando todo um trabalho de evolução digno de registo. A vitória voltou a sorrir ao Lourdes sem contestação por 14-25, mas o empenho e a atitude das Boavisteiras foi por si só uma vitória.

Apesar da derrota no set anterior, o empenho e dedicação colocadas em campo e o apoio do público foram uma grande motivação para o 3º set. As Panteras agarraram no jogo com unhas e dentes e não deixavam jogar a boa equipa adversária. Destaque para os serviços "bomba" de Helena Monteiro que explodiam continuamente sem cessar no campo do Lourdes, levando o seu técnico a pedir dois tempos na tentativa de quebrar o ímpeto da jovem Pantera. Quando venciam por 21-15, e tudo parecia estar bem encaminhado, eis que uma súbita quebra acabou por ditar a recuperção das visitantes. Os tempos pedidos pela treinadora Axadrezada iam no sentido de acalmar a equipa, no entanto acabaria mesmo por ser o Lourdes a fechar o set por 21-25, vencendo um set que nem o mais optimista dos adeptos ainda acreditava que fosse possivel vencer.

Uma derrota por 0-3 será sempre uma derrota pela margem máxima, mas este resultado esconde uma outra história, uma história de uma verdadeira equipa que se uniu após um 1º set menos conseguido, uma equipa que ganhou moral à conta das mais inexperientes atletas presentes em campo, quiçá em todo o campeonato regional, uma equipa que ganhou força e mostrou a todos os presentes que o trabalho está a dar frutos, uma equipa que por pouco não vergou a equipa do Lourdes a uma derrota num set, algo muitíssimo improvável há dois meses atrás. Desistir é para os fraquinhos, esta nossa equipa não desiste e os resultados começam aos poucos a aparecer. A vitória da CNS Lourdes não sofre, nem pode sofrer contestação, está de parabéns por isso... mas os nossos parabéns também às meninas que vestiram de Xadrez.

No próximo fim de semana as Panteras vão entrar em acção no Sábado e no Domingo. No Sábado é hora de acertar calendário em Santo Tirso contra o Ginásio local e no Domingo a recepção às campeãs nacionais da AAS Mamede. FORÇA PANTERAS!!

sábado, 24 de novembro de 2012

Juvenis - Boavista perde em casa com APROJ

Boavista FC 1 - 3 APROJ
22-25 / 25-18 / 18-25 / 23-25

As nossas Juvenis receberam na tarde de hoje a equipa da APROJ de São João da Madeira em jogo a contar para o campeonato regional. A equipa visitante venceu por 1-3.

Jogo bastante equilibrado no pavilhão Pêro Vaz de Caminha entre Panteras e sanjoanenses. O Boavista mostrou uma clara melhoria em relação ao jogo da primeira volta e deu bastante trabalho à equipa vistante no 1º set, onde apenas cedeu na recta final do set perdendo por 22-25.

No 2º set as Boavisteiras mostraram toda a sua capacidade, e com muito empenho e esforço venceram por 25-18, colocando o público presente a festejar efusivamente. No entanto a equipa de São João da Madeira respondeu logo no 3º set, devolvendo a derrota ao Boavista exactamente pelos mesmos números, 18-25.

O 4º set teve um desfecho bastante inesperado tendo em conta o decorrer do jogo. A equipa da APROJ entrou muito bem em jogo, decidida a fechar o encontro o mais rapidamente possivel, perante uma equipa do Boavista que estava completamente presa de movimentos e á mercê das adversárias. Quando o marcador ditava um penalizador 11-21 e tudo parecia resolvido, eis que a nossa equipa acordou definitivamente e arregçou as mangas em busca do resultado. A recuperação foi a todos os níveis fantástica, deixando os treinadores visitantes à beira de um ataque de nervos. As Axadrezadas chegaram mesmo ao empate a 22-22 levando o público presente ao rubro. No entanto a bela recuperação das Panteras foi traída por pequenos pormenores que levaram a APROJ a vencer por 23-25 bem mesmo na recta final do set. Ficou um sentimento de injustiça e de amargo de boca para todas as nossas atletas depois de tão grande esforço.

Jogo bastante interessante de seguir que ditou uma vitória para as sanjoanenses, no entanto tudo poderia ter sido diferente se o 4º set fosse ganho, e esteve mesmo muito perto de acontecer. A derrota não pode desmoralizar uma equipa que mostrou bastantes evoluções e que aos poucos começa a ganhar garras para começar a agarrar vitórias, o jogo de hoje mostrou isso mesmo. Há que continuar a trabalhar da mesmaa forma!

Na próxima jornada as nossas Juvenis deslocam-se ao pavilhão do CD Póvoa em mais um jogo em que a vitória será o objectivo. FORÇA PANTERAS!!

Juniores - Panteras somam mais uma vitória

Boavista FC 3 - 0 FC Amares
25-15 / 25-16 / 25-7

Continuam em boa forma as nossas Juniores no campeonato regional da Associação de Voleibol do Porto. Depois das vitórias em Amarante e em Matosinhos, desta feita foi a vez da equipa do FC Amares sentir a força das Panteras que venceram pela margem máxima de 3-0.

Mais um jogo bastante bem conseguido por parte das Boavisteiras, as vitórias por 25-15 no 1º set e 25-16 no 2º, mostravam a vontade da nossa equipa em vencer o jogo sem nunca subestimar o valor da equipa de Amares que se mostrou sempre esforçada e combativa. No 3º set as meninas do Bessa abriram o livro e, aí sim, sufocaram completamente as visitantes sem lhes darem qualquer tipo de veleidades. A vitória por 3-0 repete os números já verificados aquando da deslocação a Amares.

Foram nove pontos em três vitórias consecutivas, um bom momento de forma da nossa equipa que está a conseguir dar provas do seu real valor. As nossas Juniores estão no bom caminho e moralmente motivadas, o momento ideal para na próxima jornada receberem no Pêro Vaz de Caminha a fortíssima equipa do Rosário Volei, equipa declaradamente candidata ao título nacional de Juniores. FORÇA PANTERAS!! 

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Seniores - Panteras em Coimbra

domingo, 18 de novembro de 2012

Cadetes - Boavista derrotado em casa pela Ala de Gondomar

Boavista FC 0 - 3 Ala Gondomar
8-25 / 14-25 / 12-25

As nossas Cadetes receberam hoje no pavilhão Pêro Vaz de Caminha a equipa da Ala de Gondomar, a actual segunda classificação do campeonato regional. As gondomarenses venceram por 0-3.

A equipa da Ala de Gondomar voltou a mostrar a qualidade de jogo que já havia mostrado no jogo da primeira volta, uma equipa de valor e com movimentações já bastante interessantes, as Axadrezadas já estavam cientes das dificuldades mas entraram em campo sem medo do adversário, sempre tentando contrariar o poderio adversário. No 1º set a equipa forasteira foi objectivamente melhor, conseguindo desde bem cedo uma vantagem que lhe permitiu gerir o jogo com tranquilidade até ao seu final, que teve o resultado de 8-25.

No 2º set a nossa equipa melhorou o seu jogo, conseguindo colocar mais dificuldades à equipa da capital da ourivesaria, ainda assim as gondomarenses venceram com onze pontos de diferença, 14-25. Por fim, no 3º set, o jogo não alterou a sua tendência, com as visitantes a conseguirem impor o seu jogo à esforçada equipa Boavisteira, o resultado voltaria a ditar uma vitória à Ala de Gondomar por 12-25.

O jogo de hoje era de um nível de dificuldade bastante alto, ainda assim as Panteras mantiveram-se firmes em campo, mesmo tendo em conta a derrota. Na próxima jornada as nossas Cadetes deslocam-se a São João da Madeira para trazerem os três pontos no jogo que as vai colocar frente a frente com a formação da APROJ. FORÇA PANTERAS!!

Seniores - Líder mantém-se Invicto

Boavista FC 3 - 0 SC Espinho
25-8 / 25-15 / 25-17

As nossas Panteras, líderes do campeonato nacional da II divisão série B, voltaram a vencer. Desta vez foi a vez do SC Espinho sair derrotado do confronto contra a nossa equipa. As espinhenses, em acesa luta pela qualificação, não conseguiram suster o ímpeto Axadrezado que ditou uma vitória por 3-0, isolando ainda mais o Boavista no primeiro lugar.

O técnico Paulo Pardalejo apresentou a seguinte equipa: 1- Sofia Azinheira, 2- Ana Fernandes, 4- Sofia Lima, 6- Sofia Pimentel, 7- Amanda Rocha, 9- Rita Matos, 10- Mariana Teixeira (Cap.), 12- Catarina Martins, 14- Joana Fernandes, 15- Sofia Gomes, 16- Mafalda Sousa e 18- Catarina Liz.

O inicio esmagador do Boavista no 1º set, com o marcador a mostrar 8-0, foi o tónico para um set de grande qualidade por parte da nossa equipa. Empurradas por uma moldura humana fantástica que encheu as bancadas do Pêro Vaz de Caminha, as Axadrezadas apenas permitiram uma ténue resposta das espinhenses que reduziram a desvantagem para 8-3, um pequeno fôlego que apenas serviu para para a nossa equipa aumentar o ritmo de jogo para níveis que voltaram a asfixiar a equipa da Costa Verde, colocando o jogo em 15-3. Tudo corria de feição às Boavisteiras, que pareciam jogar de olhos fechados, conseguindo explorar todas as suas capacidades em todos os aspectos de jogo. Sem nunca deitar a toalha ao chão, a equipa do SC Espinho, excelentemente capitaneada pela ex-Boavista e vice-campeã nacional, Marta Andrade, continuava a tentar suster a portentosa exibição Axadrezada, mas sem resultados práticos. Após o 17-4 e posteriormente 23-7, já não haviam dúvidas acerca do resultado final que viria a cifrar-se num desequilibrado 25-8.

No 2º set o técnico Paulo Pardalejo efectuou algumas alterações, mas a resposta em campo continuou a ser igualmente demolidora, com vantagens iniciais de 5-1 e 8-3, as Axadrezadas explodiram definitivamente para uma vantagem de onze pontos, 19-8, com um voleibol apenas possível às predestinadas, jogadas fantásticas, serviços altamente eficazes, ataques fortíssimos que levavam o público ao êxtase. Na retina fica o impossível ponto conseguido por Sofia Azinheira, numa bola também ela impossível bem juntinho à cadeira do árbitro... mas nesta equipa o impossível não existe, e perante o olhar o incrédulo de todos, a bola caiu mesmo no campo espinhense, festejos das Boavisteiras e mãos na cabeça de todos os outros presentes no pavilhão. Apesar de todo o ambiente de euforia em torno do Boavista, o SC Espinho ainda encontrou forças para conseguir um parcial de 4-6, amenizando o resultado para 23-14, um pouco antes da nossa equipa fechar o set por 25-15.

O 3º set trouxe novas alterações no seis Axadrezado, e desta feita a formação espinhense entrou um pouco melhor no jogo, conseguindo pequenas vantagens nos primeiros parciais do jogo. Quando o marcador ditava 3-6 a nossa capitã, Mariana Teixeira, lesionou-se numa esforçada recepção, o que a impediu de continuar em campo, uma grande contrariedade para as Panteras. Os esforços de todos em amenizar a dor da capitã e a preocupação das atletas levou a uma óbvia desconcentração do jogo, e a equipa do SC Espinho, alheia a toda esta situação. soube explorar sabiamente o momento menos concentrado da formação do Bessa, levando o marcador ao 11-16, cinco pontos de vantagem que poderiam ser bastante importantes. A lesão da nossa #10 ficou estabilizada, era a hora das Panteras voltarem ao seu ritmo de jogo normal, e assim aconteceu, a qualidade, a vontade, a força e a raça da equipa voltaram a engolir a equipa da cidade de Espinho, que até ao fim do set só conseguiriam obter apenas mais um ponto. Nem mais, foram 14 pontos contra apenas um das visitantes. O jogo avassalador do Boavistão fechou um set que parecia estar a complicar-se por 25-17. E que mais há a dizer? A festa do público diz tudo.

Os resultados podem transmitir a ideia de um campeonato acessível, nada mais de errado. Os resultados são o fruto de um grande trabalho que se está a realizar desde o início da época tendo em vista um objectivo, os jogos não são fáceis, as Panteras tornam os jogos menos difíceis com muito empenho e entrega. Do outro lado do campo não estava um equipa qualquer, estava o SC Espinho, emblema de muita tradição no voleibol nacional, com uma boa equipa, incluindo duas vice-campeãs nacionais com a camisola Axadrezada, Filipa Teixeira e Marta Andrade, e que estará na luta pela qualificação para a série dos primeiros até ao fim.

Foi uma festa bonita no Pêro Vaz de Caminha, uma grande união entre a equipa e todo o público presente, incluindo a claque Panteras Negras. Muito apoio, um bom jogo, mais três pontos e a liderança incontestada. Só não foi perfeito porque a expressão de dor da nossa capitã foi um grande ponto negativo no jogo de hoje.

Na próxima jornada as Axadrezadas deslocam-se à bela cidade de Coimbra para defrontarem a mítica Académica de Coimbra no pavilhão universitário. Jogo frente ao actual quarto classificado, mas com os mesmos pontos do segundo, e em que a vitória será novamente o objectivo a alcançar. Vamos a ele! FORÇA PANTERAS!! 

Minis B - Jovens Panterinhas melhoram classificação no Torneio de Natal

As nossas Panterinhas do escalão de Minis B participaram na manhã de hoje na 2ª volta do Torneio de Natal da AVP. O torneio realizou-se novamente no pavilhão do Castêlo da Maia GC e as jovens Axadrezadas terminaram no 7º lugar da classificação geral, melhorando assim a prestação da 1ª volta, onde se haviam classificado no 8º lugar.

No pavilhão do clube maiato, para além da formação da casa e do Boavista FC, participaram as equipas da Juventude Pacense, GDC Gueifães, Colégio Universal, AD Penafiel e Colégio de Lamego.

No torneio de hoje as pequenas Panterinhas demonstraram melhorias significativas relativamente à 1ª volta, as lacunas foram identificadas e devidamente corrigidas nos treinos. Já com poucos serviços falhados e com um jogo baseado nos três toques, as nossas meninas estiveram a bom nível, motivo de orgulho para todos. A alegria e a garra em campo foram novamente um dos pontos mais notórios das Boavisteiras, que mereceram uma grande salva de palmas do entusiasta público afecto ao Boavista que se deslocou ao Castêlo da Maia.

O trabalho realizado nos treinos começa a dar os seus frutos, agora é continuar o caminho traçado. Apesar de não se terem qualificado para a fase final do torneio de Natal, as Panterinhas não esmorecem e já só pensam na próxima competição, o torneio de Ano Novo. FORÇA PANTERINHAS!!

Infantis - Panterinhas derrotadas em Paços de Ferreira

Juv. Pacense 3 - 0 Boavista FC

As nossas Infantis foram derrotadas esta manhã na cidade Paços de Ferreira por 3-0 pela formação da Juventude Pacense em jogo a contar para o campeonato regional do escalão.

Num jogo frente a um candidato ao título de campeão nacional de infantis nesta época, as Panterinhas lutaram para obterem um resultado positivo. No entanto a maior experiência das pacenses aliadas à sua qualidade como equipa e individualmente acabou por ditar lei e acabariam por vencer pela margem máxima de 3-0.

Após a vitória da semana passada, não será esta derrota que deixará as Panterinhas em baixo na sua moral. Na próxima semana as jovens Axadrezadas têm a sua semana de folga, que será bem aproveitada para preparar o próximo encontro, a recepção ao Rosário Volei. FORÇA PANTERINHAS!!
 

sábado, 17 de novembro de 2012

Juniores - Panteras vencem Leixões SC em Matosinhos

Leixões SC 1 - 3 Boavista FC
20-25 / 25-18 / 24-26 / 12-25

Coube às nossas Juniores a honra de abrirem o fim de semana desportivo no nosso Departamento de Voleibol. E nada melhor do que abrir as hostilidades com uma vitória no campo do Leixões SC, o actual detentor do título de campeão nacional de juniores. Uma vitória por 1-3 para as Panteras.

Uma grande exibição por parte da nossa equipa, que não teve mede de jogar olhos nos olhos contra o campeão nacional na casa deste. No 1º set as Panteras mostraram logo ao que vinham, com uma vitória por 20-25. Responderam de pronto as matosinhenses com uma vitória por 25-18.

Após o empate no jogo, as meninas do Bessa voltaram a carregar no seu jogo no 3º set e voltariam a ganhar por 24-26 nas vantagens. Quando as campeãs necessitavam de vencer para levar o jogo à negra, as Axadrezadas responderam com um pequeno massacre que ditou uma folgada vitória por 12-25.

Surpresa? Só para quem não esteve em Matosinhos! A vitória das Axadrezadas não sofre contestação e foi um excelente prémio para a equipa, que devolveu a derrota sofrida no Pêro Vaz de Caminha no jogo da primeira volta. Parabéns a atletas e equipa técnica.

Na próxima jornada as Panteras regressam a casa para defontarem a equipa do FC Amares. FORÇA PANTERAS!!    

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Cartaz do jogo relativo à 5ª Jornada

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Seniores - Antevisão à recepção ao SC Espinho



"Este domingo temos um difícil jogo em nossa casa conta a forte equipa do Sporting de Espinho. Equipa que está neste momento em 2 lugar, contamos com o apoio de todos para mais este jogo e rumo ao objetivo."

VAMOS NA RAÇA 
VAMOS A CONQUISTA 
SOMOS BOAVISTA

Paulo Pardalejo, treinador sénior

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Seniores - Declaração do treinador à vitória em São Mamede



"Domingo vencemos a Académica de S. Mamede, a equipa esteve de novo ao seu melhor nível, com alma e dedicação. Mais uma vez contamos com a presença de vários adeptos simpatizantes e Panteras Negras, no pavilhão adversário, um obrigado só com todos é possível levar o barco a bom porto."

VAMOS NA RAÇA 
VAMOS A CONQUISTA 
SOMOS BOAVISTA

Paulo Pardalejo, treinador sénior

domingo, 11 de novembro de 2012

Seniores - Panteras iniciam 2ª volta com mesmos hábitos: Vencer

AAS Mamede 0 - 3 Boavista FC
18-25 / 20-25 / 19-25

A nossa equipa sénior iniciou hoje no pavilhão Eduardo Soares, casa da Associação Académica de São Mamede, a segunda volta do campeonato nacional da II divisão série B com uma vitória, mantendo o ciclo 100% vitorioso da primeira volta. Na época passada esta mesma deslocação ditou uma derrota para o Boavista, mas desta feita as Panteras venceram, e convenceram, pela margem máxima de 0-3, sem espinhas.

O técnico Paulo Pardalejo apresentou a seguinte equipa: 1- Sofia Azinheira, 2- Ana Fernandes, 3- Rita Santos, 4- Sofia Lima, 6- Sofia Pimentel, 7- Amanda Rocha, 9- Rita Matos, 10- Mariana Teixeira (Cap.), 12- Catarina Martins, 14- Joana Fernandes, 15- Sofia Gomes e 18- Catarina Liz.

No 1º set as Panteras entraram bastante concentradas, cientes da qualidade da formação da Académica, sobretudo jogando no seu recinto e perante o seu público. A qualidade de jogo e a superioridade do colectivo Axadrezado começou a ditar a sua lei e o marcador traduzia isso mesmo, com as meninas do Bessa a conseguirem conquistar vantagens que lhes transmitia bastante segurança no decorrer do jogo. A forma exímia com que geriram a sua vantagem é digna de registo, até ao 18-25 final.

O 2º set mostrou uma equipa da Académica São Mamede apostada em dificultar ao máximo nova vitória Boavisteira, os empates no marcador foram a tónica de grande parte do set. Os empates mantiveram-se até ao 15-15, momento em que um parcial de 2-5 favorável à nossa equipa dava o mote para as Panteras pegarem definitivamente no jogo. Os pontos de vantagem eram apenas três, 17-20, mas as Axadrezadas souberam mantê-lo com mestria, resistindo incólumes às desesperadas tentativas das matosinhenses de voltarem a entrar na luta pelo set. O golpe final seria dado já com cinco pontos de vantagem, 20-25, e já com a equipa da casa rendida ao nível do voleibol Boavisteiro.

Quem assitiu aos primeiros seis pontos do 3º set não estaria com toda a certeza à espera do que se passaria a seguir. Os já referidos seis pontos foram divididos pelas duas equipas, 3-3, mas a partir daqui as Axadrezadas varreram por completo a formação da casa. Sempre bem na recepção e defesa e com ataques ferozes a culminarem a perfeita distribuição, assistiu-se a autênticos pontos de antologia por parte das Axadrezadas que estavam endiabradas. O marcador chegou mesmo a ditar uma vantagem de doze pontos para a nossa equipa, 5-17, e posteriormente de treze no 10-23. Neste momento todo o público presente não tinha dúvidas sobre o desfecho final do jogo, a resignação nos adeptos academitas era notório. Mas foi num ambiente de resignação que a formação da Académica ainda esboçou um último lampejo de vitalidade, com um interessante parcial de 7-1 colocou o resultado em 17-24, uma boa recuperação que nunca chegou verdadeiramente a perigar a anunciada vitória Boavisteira. O tão esperado 25º ponto do Boavista aconteceu após mais dois pontos conquistados pela Académica, o que ditou um resultado final de 19-25.

E assim se começou a segunda com os bons velhos hábitos da primeira, a vencer e a convencer. Mais uma sólida exibição das Panteras numa deslocação sempre complicada. O 0-3 espelha mais um jogo onde o furação da equipa orientada por Paulo Pardalejo andou á solta, desta vez em S.M. Infesta. Empenho, união, qualidade e classe são alguns dos adjectivos que assentam que nem uma luva à nossa equipa sénior. Agora venha o SC Espinho no próximo Domingo, em mais um jogo que vai colocar à prova o líder cada vez mais inconstestado desta série, por isso não há nada que saber... no próximo Domingo vamos todos ao Pêro Vaz de Caminha apoiar o líder... apoiar o Boavista. FORÇA PANTERAS!! 

Iniciadas - Boavista vitorioso pela margem máxima em São João da Madeira

APROJ 0 - 3 Boavista FC
21-25 / 20-25 / 17-25

E aí está a primeira vitória da nossa equipa de Iniciadas no campeonato regional da AVP. Uma vitória em grande estilo da nossa equipa em São João da Madeira frente à equipa da APROJ, triunfo fora de casa e pela margem máxima de 0-3. 

Começaram muito bem as Axadrezadas no 1º set, com domínio em campo e com o marcador a traduzir isso mesmo, as precoces vantagens de 2-5 e 7-11 mostravam que a nossa equipa estava completamente concentrada na missão de vencer em São João da Madeira. Sempre a jogarem muito concentradas, com serviços muito precisos e ataques bastante eficazes, quer em força quer em inteligência, o Boavista chegou ao 12-21, já bastante próximo da vitória. No entanto quando tudo parecia bem encaminhado, a equipa da APROJ iniciou uma recuperação muito interessante que as levou ao 16-23 e posteriomente ao 21-24, mas nada que retirasse a calma à meninas do Bessa no crucial momento de fecharem o set por 21-25.

No 2º set a treinadora Catarina Gomes optou por fazer entrar uma equipa composta por atletas menos experientes com a excepção de Sara Rocha, uma opção que se viria a mostrar bastante acertada. A equipa da casa começou por aproveitar a menor experiência das Panteras e colocou-se à frente no marcador por 7-4, mas a nossa equipa não foi abaixo psicologicamente e manteve-se na luta e obteve o empate a 13-13. O já referido parcial de 13-13 foi o momento de viragem no jogo pois nesse momento avançou a Pantera Sara Rocha para o serviço, e a atleta mais experiente em campo não deixou os créditos por mãos alheias e obteve oito pontos consecutivos frutos do seu forte serviço, colocando o resultado em 13-21. A alegria estava patente em toda as atletas Boavisteiras, de tal forma que até permitiram uma recuperação da equipa da casa, que obteve um parcial de 5-2 que colocou o marcador em 18-23. Mas esta recuperação foi apenas uma ténue esperança das sanjoanenses antes das Axadrezadas darem o golpe de misericórdia com a obtenção do 25º ponto, fechando o set por 20-25. Set de cabal demonstração de grande espírito de corpo no grupo de trabalho.

O 3º ser trouxe uma equipa Boavisteira mais moralizada do que nunca, faltava apenas vencer mais um set para obter a primeira vitória, e rapidamente o marcador começou a traduzir em números uma vontade e um desejo há muito enclausurado. Quando venciam por 6-10 e 8-14 as Panteras nunca se desconcentraram nem nunca perderam o sentido do caminho a percorrer, sempre a jogarem de forma inteligente, e explosiva quando possível, o marcador subiu aos nove pontos de vantagem nos 10-19. Uma vantagem que necessitava apenas de ser gerida com tranquilidade, e foi isso que as meninas do Bessa conseguiram até ao último suspiro do set que ditou vitória do Boavista por 17-25. Era a altura de festejar, a primeira vitória estava conseguida.

Vitória justa, vitória mais do que merecida, vitória do querer, vitória da união, vitória apenas ao alcance de quem acredita que é possível, vitória do trabalho do dia a dia, vitória da ousadia... enfim, a vitória de um grupo de trabalho que nunca deixou de acreditar que este dia chegaria, mesmo tendo em conta as suas limitações. A formação da APROJ soube valorizar a vitória da nossa equipa, e por isso está também de parabéns. A primeira vitória já cá canta, sigamos em frente com o trabalho pois novos desafios se apresentam no horizonte. No próximo fim de semana as Panteras folgam, mais um momento para descansarem e continuarem a saborear a vitória de hoje. FORÇA PANTERAS!!