Boavista FC - Temos Tradição no Voleibol Português.

34 Anos a formar atletas sob o lema "Aprender, Praticar e Vencer.

Boavista FC tem novos equipamentos para Época 2016-2017

Todo o voleibol axadrezado será equipado pela conceituada marca Cofides (POR).

Prof. José Machado assume novo desafio

Prestigiado técnico português é o novo coordenador técnico do voleibol axadrezado

Panteras têm novo treinador principal

Prof. Carlos Simão é o novo "timoneiro" das seniores axadrezadas

Destaque semanal

Iniciadas vencem primeiro jogo oficial da época 2016-2017

domingo, 29 de janeiro de 2012

Seniores - Panteras de garras bem afiadas vencem AVC

Boavista FC 3 - 0 Atlético VC
25-14 / 25-20 / 25-21

Primeiro jogo da Série dos Primeiros para a nossa equipa sénior, e primeira vitória. Melhor maneira de começar era de todo impossível, uma vitória pela margem máxima perante um sério candidato à qualificação para a Fase Final. Mais um jogo perante um pavilhão cheio, mais uma grande vitória numa exibição em que a força do grupo foi fundamental. Caso para dizer: que jogaço meninas!

O técnico Paulo Pardalejo apresentou a seguinte equipa: 1- Filipa Teixeira, 3- Mariana Morêda, 4- Inês Morêda, 6- Sofia Pimentel, 7- Catarina Liz, 9- Ana Fernandes, 10- Mariana Teixeira, 11- Anita Novais, 12- Catarina Martins, 14- Joana Fernandes, 17- Marta Andrade e 18- Raquel Palmeira (Cap.)

Logo os primeiros pontos do 1º set foram marcantes para o desenrolar do encontro, tanto que ao 2-0 favorável às Panteras o técnico famalicense pediu o primeiro tempo. As Axadrezadas já sabiam o que tinham a fazer perante este forte adversário, não dar qualquer tipo de margem de manobra às famalicenses, e fizeram-no na perfeição. Era um regalo para a vista o jogo das Axadrezadas, a jogarem bem em todos os aspectos e com tudo a sair bem, chegou a ser asfixiante o domínio das Panteras. A equipa do AVC desde cedo ficou encostada às cordas, após o 6-4 as Boavisteiras dispararam no marcador de forma irremediável para o 16-5, uma diferença de onze pontos que rapidamente passou para doze no 20-8. O público Boavisteiro estava eufórico com tal demonstração de força da equipa. No final do set a equipa do AVC conseguiu atenuar um pouco a desvantagem, que ainda assim se cifrou por nove pontos de diferença. O resultado de 25-14 é demonstrativo do que se passou em campo.

Depois do resultado do set anterior as famalicenses entraram no 2º set decididas a travarem o bom jogo das Panteras, mas a verdade é que apenas estiveram na frente do marcador no precoce 1-2, daqui para a frente o marcador voltaria a ser fiel ao que se via em campo, muito Boavista. Do já referido 1-2 as meninas do Bessa passaram para 8-3, uma boa vantagem adquirida novamente à custa de uma exibição de top por parte da nossa equipa. A vantagem já era Axadrezada, foi uma questão de a saber gerir sem sobressaltos, e nosso as Boavisteiras voltaram a ser exímias, nunca deixando as famalicenses se aproximarem no resultado. Depois do 14-9 ao 22-16 até ao final 25-20, foi o normal decorrer de um set onde o Boavista voltou a conseguir superiorizar-se ao seu adversário.

No 3º set a equipa do Atlético VC entrou melhor e conseguiu desde cedo ficar na frente do marcador. Apesar de estarem em desvantagem, 2-6 e 6-9, as Axadrezadas nunca entraram em desespero, a confiança da nossa equipa era tanta que pairava sempre no ar a ideia que seria uma questão de tempo até voltarem novamente para a frente do marcador, e haviam razões para tanta confiança, tanto que conseguiriam mesmo passar para a frente por 10-9. A primeira vantagem minimamente tranquila para as Boavisteiras apareceu no 17-14, mas uma boa resposta das famalicenses levaria o resultado ao 18-17, um ponto de vantagem num momento crucial do set, a altura ideal para o técnico Paulo Pardalejo pedir tempo e acalmar a equipa. Quando voltaram para o campo, e com algumas alterações de modo a rodar o plantel, as Panteras só tinham um objectivo em mente, terminar com o jogo pondo fim à recuperação do AVC. E mais uma vez conseguiram-no, três pontos consecutivos e o 21-17 no marcador, a vitória estava muito perto, tão perto que chegou mesmo num abrir e fechar de olhos. As contas finais foram de 25-21, vitória no set, no jogo e três pontos para o Boavista. Para finalizar os festejos, um enorme abraço colectivo à atleta Pri que recupera de lesão sofrida no jogo da Taça de Portugal em Matosinhos, também ela teve parte activa na vitória.

Vitória que teve tanto de importante como de justa. Vencer uma uma boa equipa, um adversário directo pela margem máxima é sempre motivador. Do outro lado esteve uma boa equipa, que criou bastantes dificuldades nos jogos realizados na 1ª fase, mas desta vez as Axadrezadas foram nitidamente superiores, não fui uma superioridade casual, foi o fruto de muito trabalho nos treinos e de uma união notável. Hoje a força do colectivo foi avassaladora, foram Panteras de garras bem afiadas que desferiram três golpes profundos na equipa de VN Famalicão. Foi uma vitória importante para a nossa equipa, mas nada está ganho para o Boavista nem nada está perdido para o AVC, foi apenas a primeira jornada duma competição que vai ser muito dura até ao final. Todos os pontos contam, e estes três já moram do lado cá! 

Na próxima jornada há mais um teste de fogo para a nossa equipa, a primeira grande deslocação das Panteras vai levá-las à capital para medirem forças com forte equipa da Lusófona VC. Os vencedores da zona norte e zona sul da primeira fase vão encontrar-se em Lisboa naquele que será o jogo de cartaz da jornada. Um grande jogo em vista. FORÇA PANTERAS!!

Para terminar, nunca é demais referir, e agradecer, a presença em massa de público nos nossos jogos em casa. Mais uma vez o Pêro Vaz de Caminha encheu-se de público, adepto ao Boavista e ao AVC, para assistir a um espectáculo de voleibol, simplesmente fantástico. A presença da nossa claque, Panteras Negras, voltou ser um espectáculo dentro espectáculo. Haverá melhor maneira de promover a modalidade do que um pavilhão a fervilhar? Não há. No final do jogo uns ganharam e outros perderam, noutras alturas foi ao contrário, e todos saíram com o sentimento de um domingo bem passado.

Juvenis - Axadrezadas perdem na estreia a Fase Intermédia

Boavista FC 0 - 3 Castêlo Maia GC
17-25 / 19-25 / 18-25

A nossa equipa de Juvenis estreou-se esta tarde, no pavilhão Pêro Vaz de Caminha, na fase Intermédia do Campeonato Nacional do escalão. O primeiro jogo opôs as nossas Panteras a uma forte candidata à passagem à fase final, o Castêlo da Maia GC. A equipa maiata confirmou todas as suas credenciais e venceu pela margem máxima de 0-3.

Nos três sets deste jogo a tónica foi sempre a mesma, a equipa do Castêlo a conseguir impor o seu jogo e as Panteras a tentarem sempre contrariar as adversárias. O 1º set acabou por ser o mais desequilibrado com a vitória a cifrar-se por 17-25. No 2º set as Axadrezadas melhoraram o seu jogo e conseguiram equilibrar um pouco mais o jogo, ainda assim as maiatas levaram a melhor por 19-25. O 3º set voltou a ser uma imagem do anterior, as Panteras sempre a tentarem superiorizar-se às visitantes, mas sem sucesso, vitória do Castêlo da Maia GC por 18-25.

Vitória correcta e justa para a formação do Castêlo da Maia, mostrou em campo toda a sua qualidade, trata-se realmente de um forte candidato à fase final. As Panteras não foram no entanto uma presa fácil, dificultaram ao máximo a vitória às maiatas e fica a ideia que poderiam ter conseguido algo mais no jogo de hoje, não era fácil, mas era possível. A vitória das nossas Panteras fica para a próxima jornada, quando se deslocarem ao reduto do CD Fiães já no próximo sábado pelas 21h30. FORÇA PANTERAS!!

Infantis - Panterinhas derrotadas em Vila do Conde

GC Vilacondense 3 - 0 Boavista FC
25-16 / 25-15 / 25-12

As nossas Infantis foram hoje derrotadas na sua deslocação a Vila do Conde naquele que foi o seu primeiro jogo da segunda fase do campeonato regional. As Panterinhas foram derrotadas pela formação do GC Vilacondense por 3-0.

No 1º set começaram melhores as vilacondenses, conseguindo desde logo uma vantagem de seis pontos no 6-0, ao que as Panterinhas tentaram responder, no entanto sem grandes resultados práticos. O resultado foi sendo ampliado e chegou mesmo ao 14-5, nove pontos de diferença que foi sendo recuperado aos poucos pela nossa equipa através de um bom parcial de 0-6, que colocava o resultado em 14-11. A equipa da casa ficou em sentido e voltou novamente a estender a diferença para 17-11, uma vantagem que se fixou de  forma definitiva no desenrolar do set que terminou com 25-16 para a formação de Vila do Conde.

O 2º set iniciou-se de forma bastante equilibrada pelas duas equipas, sem grandes vantagens para qualquer das equipas até ao 18-15, momento em que as Panterinhas se eclipsaram e não mais voltaram a fazer mexer o marcador a seu favor. Um resultado final de 25-15 para o GC Vilacondense. O momento menos bom das Boavisteiras pode dever-se ao facto de não terem conseguido recuperar da contrariedade que se abateu sobre a nossa equipa, a lesão da capitã Helena, que até então estava a fazer uma boa exibição.

O 3º set decorreu de forma muito parecida ao anterior, a nossa equipa a conseguir responder às vilacondenses nos parciais iniciais, mas após o 12-10 voltaram a desconcentra-se. A equipa da casa aproveitou bem o desacerto das meninas do Bessa e venceram por um claro 25-12.

O resultado acaba por ter uma força que não deixa margem para dúvidas, o Vilacondense venceu e venceu bem. Mas aquilo que poderá parecer uma derrota pesada, numa exibição colectiva fraca, esconde algumas boas prestações individuais que demonstraram claras evoluções das nossas atletas. Mas a verdade é que uma equipa é muito mais do que boas individualidades, algo a ter em conta em futuros jogos. FORÇA PANTERINHAS!!  

sábado, 28 de janeiro de 2012

Minis - Mais um treino e mais um bolo de aniversário

Mais uma manhã de sábado, mais um treino para o nosso escalão de Minis A e B, e cumprindo a tradição das últimas semanas, mais um bolinho de aniversário.

A manhã estava fria e as nossas Panterinhas tiveram que trabalhar afincadamente para conseguirem aquecer o ambiente no pavilhão. Uma sessão bastante produtiva para as Minis mais velhinhas, as B, e paras as mais pequenitas, as A.

Como já vem sendo hábito nas últimas semanas, no final do treino houve mais um bolo de aniversário para provar. A aniversariante desta vez foi a atleta Kika Gonçalves, das Minis B, que completou na passada quinta-feira 12 anos. O bolo, que foi feito pela própria Kika e pela também Panterinha Mariana Cunha, estava óptimo! Parabéns Kika, pelo aniversário e também pelo bolo!

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Cadetes - Axadrezadas conheceram hoje adversários para o Campeonato Regional

Após a eliminação do campeonato nacional, as Panteras concentram-se agora para o campeonato regional cujo sorteio se realizou hoje nas instalações da Associação de Voleibol do Porto. O Boavista ficou colocado na série B juntamente com os seguintes clubes: CV Aveiro, Esmoriz GC, AD Penafiel e um terceiro ainda a designar, que será de um dos seguintes três clubes: C.A.R.D.E.S., Juventude Pacense ou VC Viana, que este fim de semana irão discutir entre si a passagem ao campeonato nacional.

Eis o calendário completo das Panteras:

1ª Jornada: "a designar" - Boavista FC (4/5 Fev)
2ª Jornada: Boavista FC - AD Penafiel (11/12 Fev)
3ª Jornada: Folga (18/19 Fev)
4ª Jornada: CV Aveiro - Boavista FC (25/26 Fev)
5ª Jornada: Boavista FC - Esmoriz GC (3/4 Mar)
6ª Jornada: Boavista FC - "a designar"
7ª Jornada: AD Penafiel - Boavista FC
8ª Jornada: Folga
9ª Jornada: Boavista FC - CV Aveiro
10ª Jornada: Esmoriz GC - Boavista FC

Os jogos da segunda volta ainda não têm ainda datas marcadas. 

 

Seniores - Antevisão ao jogo de Domingo



"No Domingo vamos iniciar a próxima fase do campeonato nacional, das 6 equipas envolvidas apenas 3 se apuram para a fase final – disputa de campeão. A fase vai ser muito competitiva e dura, onde todos vamos ser poucos, todo o apoio vai ser pouco. No Domingo temos um jogo já bastante difícil contra a forte equipa do AVC. Todo o apoio é pouco, contamos com a presença do nosso publico e das nossas claques com toda a sus força e para nos darem força.

Connosco quem quiser
Contra nós quem puder
Vamos na RAÇA"

Paulo Pardalejo, treinador sénior

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Boavista FC - AVC é já no Domingo. Todo o apoio é pouco!


terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Iniciadas - Novo quadro competitivo já conhecido


As nossas Panteras do escalão de Iniciadas ficaram a conhecer o seu quadro competitivo para a segunda fase do campeonato regional da AVP.

As Axadrezadas ficaram colocadas na Série 3 juntamente com CD Fiães, CVES Latino Coelho, CA Madalena, Vitória SC, AAS Mamede. Esta competição será disputada em apenas uma volta.

Eis o calendário da nossa equipa:

1ª Jornada: CA Madalena - Boavista FC
2ª Jornada: Boavista FC - Vitória SC
3ª Jornada: AAS Mamede - Boavista FC
4ª Jornada: CD Fiães - Boavista FC
5ª Jornada: Boavista FC - CVES Latino Coelho

Infantis - Calendário da 2ª fase do Campeonato Regional já é conhecido


A nossa equipa de Infantis já conhece o calendário completo da segunda fase do campeonato regional. Após o 6º lugar obtido na primeira fase, onde competiu na Série B, a nossa equipa irá medir forças com os 6º e 7º´s classificados da Série A, onde lutará pelo 19º lugar do campeonato regional.

As Panterinhas irão medir forças com as equipas do GC Vilacondense e do GC Santo Tirso numa competição a duas mãos.

Eis o calendário do Boavista:

1ª Jornada: GC Vilacondense - Boavista FC
2ª Jornada: Folga
3ª Jornada: Boavista FC - GC Santo Tirso
4ª Jornada: Boavista FC - GC Vilacondense
5ª Jornada: Folga
6ª Jornada: GC Santo Tirso - Boavista FC

As datas e as horas dos encontros ainda não foi divulgado pela Associação de Voleibol do Porto. Quando a informação estiver disponível, será em tempo oportuno anunciada no BoavistaVolei.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Seniores - Declarações ao jogo da Taça de Portugal



"No jogo da Taça de Portugal frente ao Leixões SC, um jogo entre dois grandes históricos do voleibol, realizamos um bom jogo, a equipa esteve unida a trabalhar para o colectivo e empenhada em trazer a vitória. No entanto do outro lado estava a  forte equipa do Leixões SC, sem dúvida a passar pelo melhor momento da época, o que se pode comprovar com o primeiro lugar que ocupa na 1ª divisão.
Depois da contrariedade inicial, lesão da Pri, e o resultado algo desequilibrado do primeiro set, tudo parecia que se ia tornar complicado, no entanto a resposta da nossa equipa nos set´s seguintes foi fantástica, mais uma vez a equipa se fez valer do colectivo, da união e da vontade. Deixamos uma imagem bastante positiva na Nave de Matosinhos, contra a actual líder da primeira divisão. De enaltecer a presença do muito público afecto à equipa do Boavista FC e Leixões SC. Um obrigado a todos os presentes. Os meus Parabéns à nossa equipa por tudo o que fez e os Parabéns à equipa do Leixões SC pela vitória. A luta continua.

Connosco quem quiser
Contra nós quem puder
Vamos na RAÇA"


Paulo Pardalejo, treinador sénior

domingo, 22 de janeiro de 2012

Cadetes - Boavista perde em casa com o C.A.R.D.E.S.

Boavista FC 2 - 3 C.A.R.D.E.S.
20-25 / 26-24 / 26-24 / 20-25 / 11-15

A nossa equipa de Cadetes teve hoje o privilégio de ser a única equipa do Boavista a actuar no Pêro Vaz de Caminha. O jogo era de extrema importância para a nossa equipa que ainda acalentava a esperança de se qualificar para a seguinte fase do campeonato nacional de Cadetes, era necessário vencer a formação do C.A.R.D.E.S. e esperar por outros resultados. No entanto a formação que viajou de Viseu acabou por vencer o encontro, deixando a nossa equipa fora do nacional. As lágrimas correram nas caras das nossas atletas.

O objectivo com que a nossa equipa no entrava no 1º set era bem claro, vencer o jogo para depois esperar por notícias de terceiros. A vontade e o empenho estavam todos lá, no entanto as Axadrezadas tiveram que se debater com uma equipa do CARDES que mostrava qualidade e confirmava o que se havia visto no jogo da primeira volta, uma equipa a ter em conta em qualquer competição. O set decorreu de forma equilibrada, com as visitantes a levarem a melhor na recta final do set, vencendo por 20-25.

A equipa de Viseu voltou a entrar bem no 2º set, a vantagem inicial de 0-5 deixava as Panteras um pouco atordoadas, foram recuperando aos poucos e quando distavam apenas três pontos, 7-10, o CARDES voltou a carregar e chegou ao 8-14, um fosso já considerável que não amedrontou as Axadrezadas. A pouco e pouco as Boavisteiras iam recuperando, jogavam bem e não surpreendeu ninguém quando deram a volta por completo no 19-18, a primeira vez que as meninas do Bessa estavam na frente do marcador. Motivadas pela bela recuperação, era de esperar que o caminho para a vitória estivesse aberto, mas eis que uma reacção pronta das visitantes levava o marcador a 20-23. Estava dado o mote para nova recuperação Boavisteira, que de facto aconteceu, deixando o resultado em 23-23 e posteriormente no 24-24. Tudo seria decidido nas vantagens, e aí as Boavisteiras foram mais incisivas, vencendo por 26-24.

O 3º set iniciou-se bastante equilibrado, ambas as equipas jogavam bem e não deixavam a outra descolar no resultado. A diferença nunca ultrapassou os dois pontos de diferença, com vantagem para as Boavisteiras. E o set foi assim decorrendo até ao seu final, a vitória caiu para o nosso lado, com os já referidos dois pontos de diferença, e nas vantagens, por 26-24.

As Panteras entraram bem no 4º set, tinha mesmo que assim ser, só a conquista dos três pontos interessava. A vantagem inicial de 7-2 augurava um bom set para a nossa equipa, mas a boa resposta das viseenses deu os seus frutos, empataram a 8-8, e aí as Axadrezadas forçaram o seu jogo e voltaram novamente à liderança folgada por 17-12, tudo parecia encaminhado para a nossa equipa. A formação do CARDES não baixou os braços e foi novamente em busca da recuperação, e conseguiu-o de uma forma espantosa empatando a 18-18, as Panteras não conseguiram lidar com a recuperação das adversárias numa fase crucial do set e foram abaixo animicamente, tanto que acabariam mesmo por perder por 20-25. A realidade era cruel, os três pontos eram agora inatingíveis e era o fim das aspirações em passar à próxima fase do nacional. As Panteras sentiram-no e algumas choraram em pleno campo, sendo reconfortadas pela sua treinadora e treinadora-adjunta.

Apesar de tudo ainda havia um set para ganhar e um jogo para vencer. Mas a força do desânimo foi muito grande, era difícil manter a concentração em tal situação. A troca de campo no meio tempo técnico já ditava uma vantagem de 2-8 para as visitantes, e mesmo recuperando um pouco a desvantagem, a vitória neste 5º set foi para o CARDES por 11-15.

Num jogo de grande festa na bancada, devido à presença em grande número dos ruidosos, simpáticos e divertidos adeptos do CARDES, a tristeza invadiu as Axadrezadas depois da derrota de hoje. Panteras, a vossa tristeza e as vossas lágrimas são a nossa tristeza e as nossas lágrimas. Estamos habituados a ver-vos chorar de alegria, hoje foi a vez de chorarem de tristeza, faz parte da aprendizagem da condição de atleta. Não é o fim do mundo, é apenas o fim de um objectivo para que outro se abra de imediato. Há títulos regionais a conquistar, e esta equipa é detentora de um deles.

Cabeça levantada Boavisteiras! O Boavista continua, orgulhosamente, a contar com vocês. Lembrem-se quem são... vocês são Panteras!!! FORÇA PANTERAS!!
 

Minis B - Pequenas Panterinhas em 6º lugar no Torneio de Ano Novo

As nossas Minis B participaram esta manhã a primeira volta do Torneio de Ano Novo da AVP. A competição realizou-se no pavilhão do Colégio do Rosário e para além do Boavista FC e da formação da casa, participaram o CNS Lourdes e o SC Arcozelo.

As Panterinhas obtiveram o 6º lugar da classificação geral, um resultado um pouco enganador uma vez que as nossas jovens atletas tiveram uma participação bastante positiva, onde demonstraram toda a sua qualidade e evolução. A equipa "A" foi derrotada por apenas um ponto no primeiro jogo do torneio, derrota que lhe viria a fechar a porta dos jogos decisivos para o pódio, acabou por garantir o já referido 6º lugar no final. A equipa "B", composta pelas atletas mais novas e inexperientes, aproveitou todos os jogos para ganhar mais experiência e terminou no 10º lugar.

As Panterinhas, as treinadoras e o público acabaram por sair satisfeitas do torneio de hoje, não tanto pelo resultado final mas pelas exibições das pequenas Axadrezadas. Mais uma vez ficou provado que a nossa formação continua em boas mãos! FORÇA PANTERINHAS!!

Realce pelo regresso das camisolas de Xadrez aos torneios de Minis B, que desta vez foi usado pela equipa "A". O regresso de uma imagem de marca que é sempre digna de registo. 

Mais fotos clique AQUI

sábado, 21 de janeiro de 2012

Minis - Panterinhas preparam a 1ª Volta do Torneio de Ano Novo.

O nosso escalão de Minis treinou hoje de manhã no pavilhão Fontes Pereira de Melo. Foi mais um treino de muito empenho por parte das nossas Panterinhas.

As mais pequeninas Minis A treinaram sob orientação da professora Mariana Teixeira e divertiram-se bastante durante toda a sessão. Bom disposição é o prato forte nos treinos das Minis A!

A formação de Minis B preparou a participação na 1ª Volta do Torneio de Ano Novo da Associação de Voleibol do Porto, que se realiza já amanhã pelas 09h00 no pavilhão do Colégio do Rosário. Um torneio onde a nossa equipa vai entrar para dar o seu melhor tentar a melhor classificação possível. A julgar pelo treino de hoje, as Panterinhas estão preparadas para a luta! FORÇA PANTERINHAS!!

No final do treino houve direito a mais um delicioso bolo de chocolate, trazido pela nossa atleta Sofia Borges, que festeja hoje o seu 13º aniversário. Parabéns pelo teu aniversário Sofia, e parabéns pelo bolo que estava uma delicia! 

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Mais um aniversário... mais um bolo... parabéns Filipa!

Ainda não digerimos completamente o bolo do aniversário da Ju, e hoje voltamos a ter mais um bolo de aniversário. É verdade, hoje há uma aniversariante no nosso departamento, a nossa treinadora de Cadetes e jogadora das seniores, Filipa Teixeira está hoje de parabéns!!

Depois dos parabéns que a Filipa recentemente recebeu pela conquista da Taça AVP na época passada e pela vitória da edição 2011 do GalaVolei, agora é a vez de os receber pelo seu aniversário. 

Hoje é o teu aniversário "amarelinha", hoje não há bolas difíceis para apanhar, apenas velas para soprar e um bolo para cortar. 

O Departamento de Voleibol do Boavista FC e o Blogue BoavistaVolei desejam-te um excelente dia de aniversário.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Juvenis - Calendário da 2ª Fase do Campeonato Nacional já é conhecido

Realizou-se na tarde de ontem, nas instalações da Federação Portuguesa de Voleibol, o sorteio relativo à 2ª Fase do Campeonato Nacional. Recorde-se que a nossa equipa garantiu a qualificação para esta fase no passado Domingo quando bateram o Leixões SC e ficaram no segundo lugar da tabela.

As Axadrezadas ficaram colocadas no Grupo A juntamente com Castêlo da Maia GC, CD Alverca Volei, Leixões SC e GD Sesimbra. Este Grupo A será disputado a duas voltas. Aos jogos do seu próprio grupo, as Axadrezadas irão realizar também jogos contra as equipas do Grupo B, a uma volta. Este Grupo B é composto por Académica de Coimbra, SC Espinho, Lusófona VC, SC Braga e CD Fiães. As Boavisteiras recebem em casa o SC Espinho e o SC Braga e deslocam-se ao recinto da Lusófona VC, Académica de Coimbra e CD Fiães.

Não foi um sorteio muito meigo para a nossa equipa. Às longas deslocações do Grupo A, somam-se mais duas longas deslocações nos jogos contra as equipas Grupo B. No entanto as nossas Juvenis entrarão sempre em qualquer campo para ganharem. FORÇA PANTERAS.

Calendário completo da nossa equipa:

1ª Jornada, 29/01: Boavista FC - Castêlo Maia GC
2ª Jornada, 05/02: CD Fiães - Boavista FC
3ª Jornada, 12/02: Académica - Boavista FC
4ª Jornada, 19/02: CD Alverca Volei - Boavista FC
5ª Jornada, 26/02: Boavista FC - Leixões SC
6ª Jornada, 04/03: Boavista FC - SC Espinho
7ª Jornada, 11/03: GD Sesimbra - Boavista FC
8ª Jornada, 18/03: Castêlo Maia GC - Boavista FC
9ª Jornada, 25/03: Lusófona VC - Boavista FC
10ª Jornada, 31/03: Folga
11ª Jornada, 22/04: Boavista FC - SC Braga
12ª Jornada, 25/04: Boavista FC - CD Alverca Volei
13ª Jornada, 29/04: Leixões SC - Boavista FC
14ª Jornada, 06/05: Boavista FC - GD Sesimbra

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Série dos Primeiros - Análise de equipas

A Série dos Primeiros, que terá o seu início marcado para o próximo dia 29 de Janeiro contará com a presença de seis equipas, três delas apuradas a norte e as restantes três apuradas a sul. A competição decorrerá de 29 de Janeiro a 1 de Abril, e esperam-se muitos e bons jogos, seis equipas a lutarem pelos três primeiros lugares, os que darão acesso à tão desejada Fase Final.

Eis a análise das equipas:


ACADÉMICA DE COIMBRA

A Associação Académica de Coimbra, a tão famosa Briosa, vai iniciar a competição com os mesmos pontos que o Boavista FC, cinco, e no segundo lugar da tabela. Depois de na época passada ter competido na Série dos Últimos, é sempre de saudar a presença de tão ilustre emblema entre a Série dos Primeiros. A qualificação para esta fase foi obtida depois de uma excelente caminhada na zona sul onde se qualificou na segunda posição com 23 pontos, logo atrás da Lusófona VC. Com apenas três derrotas durante a primeira fase, duas com a Lusófona e uma em casa com o SC Caldas, a qualificação foi garantida desde muito cedo, o que deixou bastante tempo para preparar a Série dos Primeiros. A Académica possui uma boa equipa, e atestar isso mesmo está o facto de ter sido a única formação que conseguiu roubar pontos à Lusófona na primeira fase, apesar da derrota por 2-3. A equipa está no cimo da classificação, está motivada, o desejo de ficar entre os três primeiros é muito e será uma equipa bastante complicada nos jogos em casa. No entanto a Série dos Primeiros tem um nível de exigência muitos grande, bem maior do que na fase anterior, e será muito complicado para as estudantes atingirem a Fase Final. Mas a verdade é que "candeia que vai à frente alumia duas vezes", e apesar de não ir à frente, vai lá em cima, e para já a Académica vai em vantagem em relação a quase todas as restantes equipas.


ATLÉTICO VC

As famalicenses irão começar esta fase em 4º lugar com quatro pontos, em desvantagem perante os seus mais directos rivais. Apesar da desvantagem inicial, o objectivo do AVC será bem claro, garantir a presença na Fase Final, e se possível com o primeiro lugar nesta Série dos Primeiros. As suas aspirações são bastante legítimas, uma boa equipa e bem orientada que obteve o 2º lugar na zona norte com 22 pontos, apenas um ponto atrás do Boavista. Com apenas duas derrotas durante a competição, uma no Pêro Vaz de Caminha e outra em Guimarães, a equipa de VN Famalicão andou sempre no topo da classificação, ora em primeiro, ora em segundo, conseguindo a qualificação para esta fase de uma forma bastante natural. Apesar de serem provenientes da III Divisão, o AVC entra na II Divisão para deixar a sua marca, e para isso conta com uma boa equipa, muito combativa e com uma força física acima do habitual. Os jogos que se irão realizar no Minho serão um osso muito duro de roer para qualquer adversário, que exigirá a maior concentração dos visitantes, sob o risco de serem massacrados em campo pelas famalicenses. Apesar de todos os predicados desta equipa, a competição nesta fase será bem mais desgastante do que a anterior, e a formação do AVC por vezes quebra, ficando mais vulnerável, e nesta fase qualquer vulnerabilidade será invariavelmente punida com a derrota. O AVC será uma equipa a seguir com atenção nesta fase, sem dúvida forte um candidato à qualificação para a Fase Final.



CV LISBOA

O CV Lisboa aproveitou da melhor maneira os novos moldes da competição e garantiu a sua presença na Série dos Primeiros como terceiro classificado da zona sul, com 16 pontos, e irá iniciar esta nova fase com três pontos. Poder-se-à afirmar que foi uma surpresa a presença das lisboetas nesta fase? Não. A equipa do CV Lisboa teve uma participação bastante sólida na primeira fase, consentindo quatro derrotas, todas elas com Lusófona e Académica, todos os restantes jogos, cruciais para a obtenção do 3º lugar, foram vencidos pelas lisboetas. Com esta qualificação, o CV Lisboa tornou-se na primeira equipa a conseguir atingir o objectivo primário para esta época, fugir à despromoção, o que vier a mais, vem por acréscimo. Será quase uma miragem a equipa do CV Lisboa conseguir a qualificação para a Fase Final, mas a equipa lá estará em campo, pronta a jogar sem qualquer pressão em cima dos ombros, podendo a qualquer altura aproveitar uma eventual fase menos boa de qualquer adversário. A época 2011/2012 será uma das mais tranquilas para o CV Lisboa, nada tem a perder e a pressão estará sempre do outro lado do campo.


LUSÓFONA VC

A equipa da Lusófona VC é novamente uma das principais candidatas ao título de campeão nacional da II Divisão, com a respectiva subida ao escalão máximo. Depois de na época passada ter falhado a subida para o Castêlo da Maia num gigante jogo de voleibol, a formação da Lusófona não esmoreceu e começou desde logo a trabalhar para atingir esse objectivo nesta época. Inserida na zona sul na primeira fase, a qualificação deu-se de forma natural e com um percurso imaculado, dez vitórias em dez jogos realizados, apenas um ponto cedido, no jogo em Coimbra. Com uma equipa recheada de bons valores e excelentes condições de trabalho, a Lusófona perfila-se como principal candidato ao primeiro lugar nesta fase, e neste momento já o é com seis pontos na tabela classificativa. Os ingredientes para o sucesso estão todos reunidos. Com tanto favoritismo e com com tanta vontade de conseguir o sucesso, a formação de Lisboa poderá não conseguir lidar bem com a pressão que lhe está em cima dos ombros nos jogos da Série dos Primeiros, onde as suas capacidades serão realmente colocadas à prova, depois de uma muito, demasiado, suave primeira fase.


CD JUVENTUDE PACENSE

O CD Juventude Pacense consegue qualificar-se pelo segundo ano consecutivo para a Série dos Primeiros, um justo prémio para um clube que consegue atingir os seus objectivos sem grandes alaridos, e que consegue assim marcar presença nos momentos decisivos da época. Não foi nada fácil a qualificação para esta fase numa luta a dois com o Vitória SC e que foi ganha ao sprint pelas pacenses, com o precioso contributo do SC Espinho, que bateu as vimaranenses, na última jornada. A equipa da Paços de Ferreira irá iniciar a Série dos Primeiros no fundo da tabela, com os mesmos três pontos que o CV Lisboa, fruto dos 20% dos 14 pontos obtidos na zona norte. Foram cinco vitórias e cinco derrotas para as canarinhas na primeira fase, uma caminhada que não sendo brilhante, foi suficiente para bater a forte concorrência de SC Espinho, Vitória SC e AAS Mamede. Um clube que possui uma equipa que já joga junta há algum tempo, onde o colectivo é a sua grande força e a chave do sucesso. Mesmo não sendo uma das principais candidatas à qualificação, é uma equipa que tem que ser levada muito a sério, relembre-se que apenas perdeu a presença na Fase Final na época transacta para o Boavista na última jornada. A equipa da Capital do Móvel irá fazer dos seus jogos em casa a sua grande arma, e só os mais preparados lá irão passar. Não se pasme então que a formação do CD Juventude Pacense chegue às últimas jornadas desta fase ainda com aspirações à qualificação, será mesmo muito complicado que isso venha a acontecer perante a mais valia de alguns adversários, mas na verdade, complicado é sempre, e ainda assim as pacenses conseguem sempre lá estar intrometidas nos momentos decisivos.